Todas as postagens desse blog, são de inteira responsabilidade do colaborador que a fez e refletem apenas a sua opinião.
Caso você tenha interesse em colaborar com esse Blog, por favor, envie uma mensagem para redator@ame-rio.org

sábado, 8 de agosto de 2009

Você conhece o Mutre?

Esta é a planta favorita de inúmeras pessoas, e também pode ser a nossa favorita. Alguns acham que sua fragrância é um presente que não pode ser superado. O seu aroma perdura no ar por todo dia e toda a noite. Ao contrario da maioria das plantas perfumadas, o perfume do Mutre não pára, permeando o ar com um perfume doce e forte de amêndoas. Já muitos apicultores o adoram, porque dizem que com ele conseguem triplicar a produção de mel. O mutre possui uma flor que atrai vários tipos de insetos, principalmente abelhas e borboletas. E é pela sua propriedade de atração de abelhas que se tornou uma das plantas preferidas dos Meliponicultores. Por ser uma planta nativa da América do Sul, o Mutre se desenvolveu junto com as nossas abelhas e praticamente todos os tipos de meliponineos o visitam, assim como muitas das nossas abelhas solitárias.

A  Aloysia virgata é uma planta da família das Verbenaceaes. No sul do Brasil, onde é nativa, a planta é conhecida como Cambará-lixa e sua floração é restrita ao final da primavera e ao período de verão. Já quando passou a ser cultivado em jardins ou extensivamente para extração de seu óleo essencial, foi desenvolvida uma variedade que floresce praticamente durante praticamente todo o ano e é a esta variedade que nos referimos, quando mencionamos o Mutre.


O Mutre é um arbusto de tamanho médio que medra a pleno sol ou até mesmo a meia sombra. Suas pequenas flores, brancas e perfumadas, dispostas em racemos terminais, recobrem a planta à maior parte do ano, especialmente durante os meses mais quentes. Em certas regiões de clima quente o Mutre floresce o ano inteiro, mas em outras, dependendo das condições do inverno, a planta diminui e até mesmo pode parar a floração e perder parte de suas folhas.

O Mutre pode ser cultivado em vasos e ser mantido com uma pequena altura através de podas regulares. Inclusive a poda é recomendada não só para cultivos em vasos, como também cultivos externos, para aumentar a quantidade de ramos e conseqüentemente de flores. Sempre que a planta é podada, logo abaixo do ponto de corte surgem inúmeros ramos que tem um crescimento muito rápido e o florescimento se dá em algumas semanas.

Adele Maria Sá Nascimento dos Santos defendeu em fevereiro de 1999 sua tese de mestrado, “ESTUDO DO MUTRE (Aloysia virgata) COMO FONTE DE NÉCTAR PARA ABELHAS AFRICANIZADAS (Apis mellifera) NO ESTADO DO CEARÁ”. A pesquisa foi realizada no apiário do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal do Ceará, localizado em Fortaleza. Os dados foram coletados no período de junho de 1996 à fevereiro de 1999, visando avaliar potencial do mutre, Aloysia virgata (Ruiz et Pav.) Juss., como fonte de néctar pra as abelhas.


Em sua tese Adele concluiu que o Mutre apresenta requisitos importantes que o classificam com uma boa fonte de néctar pra as abelhas como abundância de flores, abertura floral ao longo do dia, néctar com boa concentração de açúcar, florescimento contínuo ao longo do amo e apresença de uma população de abelhas forrageando durante todo dia. A pesquisa foi para Apis melífera, mas a grande quantidade de meliponineos que também visitam as flores do Mutre leva-nos a inferir que o Mutre também é sumamente importante para a Meliponicultura.
     
As imagens deste post foram gentilmente cedidas pelo Pedro Paulo, da AME-RIO e pelo Vinicius Carvalho, ambos no grupo ABENA, ou diretamente em pesquisa na Internet.

17 comentários:

  1. Boa noite.
    gostei muito das fotos da flôr do mutre.gostaria de saber se consigo comprar sementes ou mudas desta planta,pois crio mandaçaias aqui em sâo paulo,e não há quem tenha essa espécie por aqui.vocês conhecem quem poderia me vender?
    muito obrigado.sidi.

    ResponderExcluir
  2. Olá Boa Noite!

    Sou Meliponicultor e gostaria de adquirir sementes para propagação do MUTRE...qualquer notícia por favor, enviar para produtoscaipira@yahoo.com.br

    abraços,

    Tadeu Almeida - Téc. Agrop.
    Produtor Rural
    Itaporanga/SP

    ResponderExcluir
  3. Caro Tadeu,

    Infelizmente esse cultivar de mutre não se propaga por sementes, mas apenas por multiplicação assexuada.
    Talvez o pessoal do Meliponário Escola, consiga alguma muda para você, vou enviar sua mensagem para o Pedro Paulo e com certeza ele deve lhe responder.

    Uga,

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de uma informação:
    Mutre, é árvore ou arbusto?
    Grato,
    Valdenir Linhares Cruz
    valdenirlcruz@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Até sexta-feira passada eu acreditava que o mutre era um arbusto, mas eu estive em Paty do Alferes e lá encontrei alguns pés muito antigos e descobri que mutre é arvore, mas não é árvore de grande porte, podemos chamar de arvoreta. Eu encontrei vários troncos com cerca de 15 cm ou pouco mais de diâmetro, madeira mesmo, então descobri que mutre é arvore.

    Mas as todos os outros espécimes que eu vi por aí ainda não tinham um tronco tão grosso. Provavelmente eram muito novos, quando multiplicado por estacas ou alporquia começa a florir com bem menos de 6 meses.
    A multiplicação por sementes é possivel, mas as sementes são minúsculas.
    Eu pessoalmente nunca plantei por sementes tenho uma única muda proveniente de alporquia, com cerca de 9 meses já floriu várias vezes e está com mais de 3 metros de altura.

    Normalmente os exemplares desenvolvidos por reprodução assexuada são provenientes de espécimes com boas características de floração.

    Um abraço,

    José Halley Winckler

    ResponderExcluir
  6. Muito bom artigo e melhor ainda a explicação.

    ResponderExcluir
  7. Gostaria de receber um galho de mutre para fazer mudas. Se alguem puder mandar ficaria muito agradecido. Abraços

    Flavio Luis de Souza - Joinville - Sc.

    ResponderExcluir
  8. Tambem gostaria de adquirir sementes para propagação do MUTRE e de outras plantas pois estou formando uma reserva aqui no meu quintal. Contato pelo e-mail: leticiacabral@walla.com

    ResponderExcluir
  9. Luiz Fabio F. Caliman9 de julho de 2013 10:31

    Tambem gostaria de adquirir sementes para propagação do MUTRE e de outras plantas pois crio a MELIPONA CAPIXABA que esta correndo risco de extinção e estas podera nos ajudar.

    Meu email: lffcaliman@gmail.com.br

    ResponderExcluir
  10. O mutre pode ser plantado na região nordeste

    ResponderExcluir
  11. Boa noite a todos os amigos meliponicultores, moro no interior de São Paulo e possuo mudas de mutre (Aloysia virgata) caso tenham interesse meu e-mail é fpontes14@hotmail.com

    Abraço a todos.

    Fabiano

    ResponderExcluir
  12. Olá meu amigo!
    Gostaria de comprar sementes de mutre.
    Agradeço Rômulo Moraes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rômulo
      Não vendemos as mudas e eu particularmente não tenho disponível para ceder, mas você pode encontrar quem doe no Grupo ABENA do Yahoo.
      São 5000 meliponicultores .. sempre tem alguém disposto a ajudar

      Excluir
  13. Pessoal neste site vcs encontrarao mudas.http://googleweblight.com/?lite_url=http://ibflorestas.org.br/loja/muda-20a30-mutre.html&ei=yMhC7lkd&lc=pt-BR&s=1&m=549&host=www.google.com.br&ts=1463531163&sig=APY536zku5mxHezgU8be0M9XX0dwwJEDhA

    ResponderExcluir
  14. No site ibfflorestas vcs encontrarão mudas do mutre. Grande abraço a todos.

    ResponderExcluir
  15. gostaria de obter uma muda ,tenho que ir buscar na argentina?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No facebook tem um grupo (ABENA) lá você consegue

      Excluir